Folha liberal. A verdade nua e crua doa a quem doer.

Breaking

terça-feira, 24 de abril de 2018

A polícia que mata inocentes continua fazendo nome... Depois do artista plástico de Candeias


Por volta das 9:00 hs desta segunda-feira, 23/04/2018, uma pequena confusão foi gerada na Travessa 2 de Julho com a Rua Humberto de Campos, na cidade de Maiquinique, sudoeste da Bahia.

Segundo informações, dois rapazes começaram a zombar de um homem com dificuldades mentais, João Souza Lima, 55 anos, conhecido como “João Bute” ou “Bute Mané”. Ele, que seria uma pessoa tranqüila, que não mexia com ninguém, se irritou com a gozação e, de posse de um pedaço de madeira, partiu pra cima dos zombadores.

A polícia foi acionada e ao chegar ao local, ao invés de tentar conter o homem, inclusive atirando na perna ou algo assim, simplesmente mirou num órgão vital e o matou a tiros.

Bute chegou a ser levado ao hospital da cidade, mas já chegou sem vida. O caso gerou revolta na população, pelo fato do homem ser bastante conhecido e querido na região. Dezenas de pessoas se aglomeraram em frente à residência de Bute e também em frente ao Complexo Policial, protestando contra os policiais envolvidos e pedindo justiça. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Se você quer comentar acesse nosso perfil Yahudin Natan Folha no Facebook e faça o seu comentário.