Única testemunha do naufrágio foi encontrada morta

cavalomarinho1

Itaparica: Pouco mais de um ano após a tragédia que deixou 19 pessoas mortas na Baía de Todos os Santos, uma das sobreviventes do naufrágio da lancha Cavalo Marinho I morreu nesta quarta-feira (19/9).

O corpo da mulher, identificada pelo prenome de Adailma, foi encontrado por familiares dentro da casa onde ela morava, em uma localidade conhecida como Alto das Pombas, no município de Itaparica-BA. Segundo vizinhos, ela se tratava de uma depressão e estava sendo acompanhada por um psiquiatra do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS).

Adailma ingeriu uma grande quantidade de remédios de uso controlado, o que teria causado sua morte. Informações iniciais dão conta de que a mulher teria deixado o filho na casa do pai antes de cometer o, aparente, suicídio. À época do acidente, a vítima lutou para sobreviver e, depois disso, passou a conviver com uma síndrome de pânico.

O caso deixa familiares e amigos transtornados. Os moradores das regiões de Vera Cruz e Itaparica têm a dor das perdas pelo naufrágio aumentada com mais uma morte, possivelmente, relacionada ao acidente que enlutou a Bahia. Em agosto, o Aratu Online produziu uma reportagem especial sobre o caso.

6a0cbc03b513404e93175029b8feea18__Cavalo_Marinho_I__divulgado_relat_rio_de_investiga__o_do_naufr_gio_thumb_thumb

Postar um comentário

0 Comentários